Silêncio Ensurdecedor

Mais uma grande lição que estamos aprendendo deste mundo de incertezas e complexidades. Estávamos totalmente focados em nossa rotina do dia-a-dia, fosse ela qual fosse. Na mesmice de sempre para alguns e para outros que habitavam reconhecidamente na zona de conforto. Esta gigantesca onda de acontecimentos chegou também para abrir nossas cabeças e nos fazer enxergar uma nova realidade e novos horizontes, agora em um novo e desafiador cenário.

Algumas pessoas tinham como palavra de ordem a não flexibilização, não considerando a importância da comunicação e do dialogo honesto, para compreender as versões sugeridas e para que pudessem ser ajustadas, se necessário, ao invés de abandonar os diálogos no meio do caminho, desistir, interromper ou finalizar, não atingindo dessa forma o tão compreensível, possível e desejado entendimento mútuo.
Pessoas reagiam ligando o “piloto automático”, sem ponderar mais, examinar as palavras e as ações com atenção, minucia e cada parte de um todo e então deliberar de forma flexível e responsável.
Para abraçarmos as novas oportunidades que certamente surgirão, é prudente agora trocarmos a radicalização, falta de moderação e alta intolerância pela sabedoria de ceder quando necessário ao invés de construir justificativas frágeis para sustentar um ponto de vista parcial e/ou utópico. Que momento importante de reflexão para todos nós!

Para alcançarmos, como alvo, a condição de compreensão mútua, precisamos novamente adotar a empatia por meio da mudança de comportamento, analisando os argumentos contrários, ponderando e agindo para destruir muros e construir pontes.

A dualidade humana nos desafia a trabalhar, entender e atuar sobre o conceito do bem e o mal, certo e errado etc. Essa construção passa pela necessidade de compreendermos e ponderarmos sobre duas perspectivas diferentes para uma mesma realidade.

Precisamos lembrar sempre de nossa missão e de nossas responsabilidades como agentes permanentes e incansáveis de mudanças.

Somos frequentemente envolvidos, e porque não influenciados, pelos diversos veículos de comunicação. As mensagens chegam até nós pelas várias mídias sociais, onde todos têm acesso como emissores.
Temos que ter o discernimento e a capacidade de reconhecer colocações equivocadas, sem ponderação e bom senso, equilíbrio, sabedoria e sequer inteligência.

Em certas circunstancias pessoas podem provocar em nós um “silencio ensurdecedor” nos colocando momentaneamente em pânico tirando-nos a paz, por incentivar a consolidação de muros e barreiras ao invés de pontes. Sejamos equilibrados, ponderados, honestos e corajosos para fazermos as escolhas certas, alinhadas com nossa missão individual e coletiva. Lembre-se, você como eu, certamente servimos de referência para muitas pessoas. Sendo assim sejamos criteriosos e vamos passar a elas o que temos de melhor. Boa sorte, sucesso e um abraço grande!

José Antonio Kairalla Caraccio é administrador, Diretor da Kairalla Associados Consultoria e Treinamento. Especialista em Dicas (Diagnostico Inteligente de Causas no Atendimento a Clientes Internos-Externos e VendaS) Empresariais e Varejo desde 2001kairalla@kairallatreinamento.com.brwww.kairallatreinamento.com.br

CONTATOS

  • (11) 99931-5231
  • contato@kairallatreinamento.com.br

Kairalla treinamento – todos os direitos reservados

WhatsApp chat